Departamento de Arqueologia

O Departamento de Arqueologia (DARQ) abriga o curso de graduação de Arqueologia Bacharelado da Universidade Federal de Sergipe. Tem sua sede nos Campus de Laranjeiras, localizado na cidade histórica homônima.

O curso foi criado no ano de 2007, inicialmente no Núcleo de Arqueologia (NAR), com um pequeno grupo de docentes efetivos, visitantes e voluntários e teve sua sede provisória no CAIC Zizinha Guimarães, assim como os demais Núcleos do Campus de Laranjeiras. Após a reforma do prédio que abrigava o antigo Trapiche Santo Antônio, no ano de 2009, e a transferência do Campus de Laranjeiras para este espaço, o Núcleo de Arqueologia passa a ser localizado no centro histórico da cidade de Laranjeiras.

Como resultado das atividades de pesquisa científica desenvolvidas pelo corpo docente, bem como da execução de aulas práticas das diferentes disciplinas da grade curricular, do curso de graduação em Arqueologia, foram criados quatro laboratórios: o de Bioarqueologia (LABIARQ), o de Arqueologia de Ambientes Aquáticos (LAAA), o de Arqueologia Sensorial (LAS) e o de Arqueologia da Paisagem, Identidade e Contato (LAPIC).

Atualmente, o DARQ é composto por 12 docentes efetivos com doutorado em Arqueologia e que desenvolvem atividades de ensino tanto na graduação como no Programa de Pós-Graduação de Arqueologia (PROARQ); desenvolvem também atividades de pesquisa e de extensão, envolvendo projetos locais, regionais e convenios internacionais. Um servidor técnico de laboratório também se encontra lotado no DARQ, desempenhando atividades técnicas voltas para a prática arqueológica, tanto no ensino como na pesquisa e extensão.

Com duração de oito semestres (quatro anos), o curso de graduação em Arqueologia, carro chefe do DARQ, embora recente tem formado profissionais que atuam por todo o território nacional, bem como absorvido discentes no PROARQ que desejam seguir a carreira acadêmico-científica.

Assim, as ações, projetos e programas desenvolvidos pelo DARQ resultaram na nota cinco, na avaliação executada pela MEC no ano de 2010, tornando o curso de graduação em Arqueologia referencia nacional. Tal marco coroa o empenho, a dedicação e o comprometimento do corpo técnico-administrativo, de docentes e de discentes do DARQ, bem como da Universidade Federal de Sergipe.

Fonte: Márcia Guimarães (Professora do DARQ / PROARQ)

Notícias